Área do Cliente

Artigos Empresariais Ver todas as notícias

Liderar é facilitar e não dificultar

Por Anderson Rocha

Verdadeiros líderes são raros atualmente. Infelizmente, temos muitos impostores e pessoas egoístas, em busca de resultados financeiros insustentáveis. Esses pseudolíderes preferem construir ambientes de medo, onde as pessoas nunca são enxergadas e valorizadas. Os líderes devem facilitar e não dificultar a vida das pessoas.

Tenho pesquisado com profundidade cada dia mais o assunto lideran√ßa e o que fica constatado no processo de desligamento √© que boa parte das pessoas pedem demiss√£o dos l√≠deres e n√£o das organiza√ß√Ķes. O que tenho tamb√©m detectado nas minhas pesquisas √© que as pessoas produzem mais e melhor pelos seus l√≠deres.

Para reforçar o que acabei de dizer, segue alguns depoimentos de colaboradores que apurei no processo de desligamento de algumas grandes empresas:

1 РNunca recebi retorno do meu superior sobre o meu trabalho. Não sei em que posso melhorar, o que preciso desenvolver ou se serei dispensada ao término do meu período de experiência.

2- Quando cheguei a loja para realizar a entrevista t√©cnica fui recebida por uma funcion√°ria, dizendo que eu n√£o sabia aonde estava entrando e me recebeu dizendo ‚Äúbem vinda ao inferno!‚ÄĚ

3- Estou me demitindo porque não me sinto bem trabalhando em um lugar onde os líderes não falam um bom dia ou boa tarde!

4- Quando comecei a trabalhar na empresa pensei que teria oportunidade de colocar em pr√°tica o conhecimento que tenho para decorar o hortifruti, mas fui proibido de executar essa tarefa, resolvi sair para trabalhar em um sacol√£o!

√Č inadmiss√≠vel que ainda existem situa√ß√Ķes assim, mas infelizmente tenho constatado depoimentos semelhantes com muita frequ√™ncia.

O ser humano deve ser visto e valorizado. Sem d√ļvida, algumas das maiores necessidades da natureza humana s√£o: sentir-se importante, ser reconhecido e valorizado. Para isso, torna-se necess√°rio que os l√≠deres observem, enxerguem e escutem mais as pessoas, respeitando e conhecendo as suas individualidades.

Observo também em minhas pesquisas muitas empresas promovendo bons colaboradores para cargos de liderança sem o mínimo preparo para exercer a nova atividade. E boa parte das empresas que adotam esta prática perdem bons colaboradores e ganham péssimos chefes. Mas, por que isso acontece? Geralmente, esses bons colaboradores entendem muito bem de coisas e para liderar é fundamental que se entenda de gente, ou seja, torna-se necessário o desenvolvimento e o aprimoramento de competências comportamentais.

Ao longo de minha carreira como professor e palestrante encontrei muitos chefes brilhantes intelectualmente, mas o seu comportamento minava todo o poss√≠vel sucesso que as organiza√ß√Ķes poderiam ter conseguido se fossem encabe√ßadas por verdadeiros l√≠deres.

Aprender, entender, compreender e refletir sobre o processo da din√Ęmica do comportamento humano deveria constituir-se em um dos principais campos de interesse e estudo por parte daqueles que exercem ou pretendem exercer a lideran√ßa.

As pessoas que exercem qualquer tipo de lideran√ßa deveriam ser antes de tudo, “especialistas” em gente, e n√£o apenas em coisas.

Ter líderes que sejam coerentes com o que dizem e fazem, inspirando e construindo credibilidade é fundamental para o sucesso das empresas. Constrói-se credibilidade não fingindo ser perfeito, mas sendo sincero com as pessoas.

A principal vantagem competitiva das empresas decorre das pessoas que nelas trabalham. As pessoas que determinam o sucesso ou fracasso de um neg√≥cio. O sucesso das empresas √© o sucesso das pessoas que as comp√Ķem.

Link: http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/liderar-e-facilitar-e-nao-dificultar/75829/

Fonte: Administradores

As matérias aqui apresentadas são retiradas da fonte acima citada, cabendo à ela o crédito pela mesma.

HC Assessoria Cont√°bil

Share to Google Plus